Projetos de Extensão

Trabalho museológico de organização, sistematização, exposição e divulgação das coleções do Núcleo de Memoria da EEUFBA.

Ano: 2007 - Atual.

Professor:

José Cláudio Alves de Oliveira

Estudantes:

Este projeto se caracteriza por dar continuidade às ações educativas desenvolvidas no Museu Afro-Brasileiro (UFBA/FFCH/CEAO). No trabalho dos museus as atividades educativas são aquelas que facilitam a interação das instituições com os seus públicos. Inicialmente, sob a coordenação do Prof. Marcelo Cunha, estudantes participaram de três etapas em que tiveram acesso aos conteúdos descritivos e analíticos sobre as coleções do Museu (Coleções: África e Afro-Brasileira), através do estudo sistemático e preparação para o atendimento às escolas e ao público em geral. Este novo projeto pretende formar novos mediadores para as ações educativas do Museu. Nesta etapa destaca-se o foco para o estudo e divulgação da coleção de cópias doadas ao CEAO nos anos sessenta (07/07/1961 ? data registrada de entrada da coleção), de peças do Museu de Tervuren - Museu Real da África Central - na Bélgica. Trata-se de uma coleção de doze importantes obras que se constituem em referência da arte africana, destacadas nos principais livros e catálogos especializados em arte africana (dez peças em exposição e duas na reserva técnica). O Centro de Estudos Afro-Orientais - CEAO, desde a sua criação em 1959, já expressava o desejo de criação de um museu. Em 1974 houve a assinatura do Convênio de Cooperação para a sua criação, que só veio a efetivar-se em 1982. Neste momento, em que o Museu Afro-Brasileiro celebra os seus 30 anos, este projeto destaca esta coleção pioneira, que prova a confiança que as instituições internacionais depositaram na efetiva criação do museu. O projeto conta com uma bolsista PIBIEX que tem a oportunidade de acessar um conjunto de conhecimentos específicos sobre Arte Africana dos povos da África Central, preparando-se para a prática da extensão universitária, através do atendimento de qualidade em museus.

Ano: 2012 - Atual.

Professor:

Joseania Miranda Freitas

Estudantes:

Realização de ações de musealização, a saber: documentação, ação cultural e educativa, conservação, exposição (roteiro interpretativo) para a preservação da memória da Associação Cultural Bloco carnavalesco Ilê Aiyê de acordo com as demandas e em parceria com membros da comunidade do bloco.

Ano: 2016 - Atual. 

Professor:

Rita de Cassia Maia da Silva

Estudantes:

Palestras mensais, desenvolvida por membros do Grupo de pesquisa GREC, abordando produções diversas sobre o patrimônio cultural e a memória social. Participação dos mestrandos, professores e pesquisadores. Aberto ao público em geral. As sessões acontecem em um sábado por mês, no PAF IV, na UFBA.

Ano: 2013 - Atual.

Professor:

Gilson Magno; José Cláudio Alves de Oliveira

Estudantes:

Genivalda Cândido da Silva

O projeto visa estabelecer uma comunicação com a comunidade interna e externa para a interpretação e preservação do campus de São Lázaro da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal da Bahia (FFCH-UFBA), enquanto patrimônio, ressaltando-o como ferramenta relevante no processo de desenvolvimento da cidadania dos indivíduos e grupos sociais que se relacionam com o espaço e estão em seu entorno.

Ano: 2016 - Atual.

Professor:

Anna Paula da Silva;  Luciana Messeder Ballardo

Estudantes:

Cicelia Padre; Silvana Castro; Mateus Santana Ribeiro; Sasha Morbeck Miranda; Rafael Almeida; Lucas Mahacri; Kananda Gomes; Daniela Vieira

 

A proposta visa compartilhamentos de conhecimento e conexões entre os profissionais das instituições, Núcleo de Memória da Escola de Enfermagem da Universidade Federal da Bahia (NUMEE-UFBA) e o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA), com os estudantes dos cursos de museologia e arquivologia, e profissionais formados, para o desenvolvimento de um sistema de documentação na gestão de acervos das instituições citadas, tendo como documento norteador a norma Spectrum 4.0. A partir das trocas será possível adequar a documentação contribuindo para a divulgação e acesso às informações dos patrimônios dos diferentes públicos. Inicialmente, a metodologia de trabalho é criada coletivamente, e ao final, a instituição contará com um sistema completo de gestão de acervos: mapeamento dos documentos, diagnósticos, programa de documentação museológica, normas de aquisição, base de dados, ampliando a relação com o ensino, a pesquisa e as práticas da comunidade externa.. 

Ano: 2016 - Atual

Professor:

Anna Paula da Silva

Estudantes:

Felipe Albert; Meiriluce Perpétuo Santos; Kalinka Brant